Blog Barigui Woodland Blog

Projetos arquitetônico e de interiores transformam um apartamento de 71 m² numa casa suspensa em Curitiba

Projetos arquitetônico e de interiores transformam um apartamento de 71 m² numa casa suspensa em Curitiba

O que cabe num apartamento de 71 m² com três dormitórios? No decorado do Barigui Woodland Park Residence, condomínio da VistaCorp Empreendimentos e da Valente Incorporações em construção, próximo ao Parque Barigui, em Curitiba, a resposta é: uma moradia aconchegante e sustentável para acomodar com conforto uma família com cinco ou seis pessoas. Condição garantida pela concepção de um projeto arquitetônico eficiente e de um design de interiores moderno e funcional.

A arquiteta Talita Nahhas, do escritório Bacoccini Arquitetos Associados, diz que o principal desafio foi elaborar um projeto arquitetônico qualificado para quem vai morar e que valorizasse ainda mais a região que é predominantemente de casas residenciais. “Nesse sentido, foi muito questionada a quebra do paradigma com a implantação de um edifício. A solução foi desenvolver o projeto tirando partido do terreno onde 70% é de área verde, tornando esse bosque o quintal dos apartamentos e aproveitando ao máximo a sua contemplação”, explica.

Dessa forma, materializou-se o conceito de “casa suspensa”, que agrega o conforto de uma residência com a segurança de um edifício. Essa característica é assegurada pelo uso de alguns recursos arquitetônicos, em especial o jardim central com grama e elementos naturais que funciona como um quintal, uma extensão do apartamento. “Na fachada, usamos o porcelanato que imita a madeira, reforçando a integração com a natureza, o que norteia todo o conceito do empreendimento”, ressalta Talita.

A área interna do apartamento também recebeu atenção especial dos projetistas. Talita conta que o corredor do apartamento foi disposto em leve diagonal para acomodar de forma mais eficiente os três dormitórios, o que representa um ganho em espaço para a colocação de armários. Ainda, optou-se pela incorporação da churrasqueira à cozinha, eliminando a sacada. “A área de contemplação da sacada foi compensada com a colocação de uma janela large window, mais ampla, no living, que permite apreciar toda a área verde do entorno do condomínio. Já a cozinha americana, integrada ao living, contribui para a amplitude do imóvel”, comenta a arquiteta.

O presidente da VistaCorp Empreendimentos, Luiz Francisco Viana Jr., destaca que essa substituição foi uma solicitação dos próprios compradores, apontada em pesquisa de satisfação. “A maior parte de nossos clientes comentou que considerava a churrasqueira um item importante dentro do imóvel, mas que a sacada tinha pouco uso em função do clima típico de Curitiba. A solução foi integrá-la a cozinha”, descreve.

O projeto arquitetônico ainda prevê a possibilidade de personalização dos ambientes internos. Para isso, Talita diz que a tecnologia foi usada como aliada. “Para uma personalização prática e com menos resíduos de obra, as divisórias internas dos apartamentos foram fechadas em drywall, com opções de planta que possibilitam ampliar o living ou a suíte, por meio do redimensionamento de um dos quartos”, explica.

Projeto de interiores - O estímulo ao aconchego também norteou o projeto de interiores do Barigui Woodland, segundo a arquiteta Vânia Toledo Martins, do escritório Vânia Toledo Martins Arquitetos Associados. Proporcionar o melhor aproveitamento dos espaços também foi um dos objetivos do trabalho. “Para isso, optamos por um projeto de mobiliário inteligente e itens decorativos que otimizam o uso dos espaços. No quarto de casal, por exemplo, embutimos a televisão dentro do armário para ganhar espaço. Ainda utilizamos cores neutras para dar amplitude aos ambientes e harmonizar com o conceito do projeto arquitetônico do empreendimento”, descreve.

O projeto de interiores ainda incorpora lançamentos como o revestimento cimentício de “tijolinhos” aplicado em uma das paredes do living, uma releitura das casas antigas. Além disso, conjuga elementos que estão em alta, como o papel de parede texturizado, e já consagrados, como a inserção de um painel com espelhos na sala de jantar, que confere amplitude ao ambiente. “Na parte de iluminação, priorizamos a composição de cenários, principalmente no living, para diferentes ocasiões, sem esquecer da economia”, ressalta Vânia.

O presidente da VistaCorp Empreendimentos reforça que o apartamento decorado continua a ser uma importante ferramenta para a venda do imóvel na planta. “Esse espaço permite que o cliente possa verificar, junto com a sua família, a disposição dos cômodos e área real de cada ambiente, bem como o padrão dos itens de acabamento que serão entregues. Também proporciona o encantamento do cliente, já que ele pode visualizar a sua rotina dentro do imóvel e buscar referências para o seu projeto de decoração futuro”, opina.

Viana conta que, conforme a obra avança para a fase conclusiva, o atual local em que está o apartamento decorado do Barigui Woodland será desmobilizado para dar lugar às máquinas que finalizarão a parte frontal do empreendimento. “Por isso, montaremos um novo decorado para visitação dentro de uma das torres. O espaço também será comercializado em definitivo com toda a mobília e demais itens decorativos no futuro, o que é uma excelente oportunidade para o cliente, pois, os móveis e equipamentos estarão novos, porém, com preço descontado. Além de economia, isso permite que o comprador se mude de imediato para o imóvel”, explica.

Serviço: o apartamento decorado do Barigui Woodland Park Residence está aberto para visitação de segunda a domingo, das 9 às 19 horas, no local em que está sendo construído o empreendimento (R. Tobias de Macedo Júnior, 1138 – Santo Inácio). Informações e agendamento: (41) 3273-7733.

+ Visite o blog do Barigui Woodland e confira todas as novidades!